22 de mar de 2016

Goste do que eu gosto ou não gosto de você


Olá pessoal, tudo bem? Sei que o título não foi um dos melhores que inventei até agora, mas o conteúdo se liga diretamente a essa frase, confiem em mim. No post de hoje expressarei a minha opinião a respeito dos mais diversos fãs que costumam não tolerar que outras pessoas não gostem do que eles próprios gostam. Essa é uma atitude que me estressa bastante, então decidi desabafar tudo isso aqui.
Clique em continue lendo para saber mais sobre minha opinião a respeito.

Fãs. Uma palavra tão pequena e tão poderosa. Capaz de te fazer subir na vida, ao mesmo tempo que pode te fazer descer. Capaz de te fazer sorrir, e ao mesmo tempo chorar. Capaz de te relaxar, e ao mesmo tempo, estressar.
Não vou generalizar, não se preocupem. Em todo lugar encontramos pessoas com as mais diversas personalidades e atitudes, tanto boas quanto ruins. Nos fandoms não é diferente. Podemos encontrar pessoas maravilhosas, assim como também podemos encontrar pessoas extremamente irritantes e desprezíveis. E é do segundo tipo que irei comentar aqui hoje.
Em um post anterior (Como os fãs influenciam nossa opinião), onde falo sobre a influência dos fãs em nossa opinião, citei algumas atitudes que uma parcela deles tomam que acabam fazendo com que nos afastemos da própria obra dos quais são fãs. Uma dessas atitudes eu acabei não citando por lá, mas citarei agora.
É muito comum nós, fãs de algum livro, série, filme ou qualquer outro tipo de coisa, curtirmos e seguirmos páginas no Facebook, Twitter e nas mais diversas redes sociais, que sejam exclusivamente dedicadas ao conteúdo que admiramos. É comum ver os administradores criando postagens cômicas, sentimentais e reflexivas sobre tudo que seja relacionado ao conteúdo da página. E, infelizmente, é ainda mais comum nos depararmos com a intolerância dos fãs (mesmo dos donos das páginas) ao diferente. O que isso quer dizer? Quer dizer que uma grande parte dos fãs não toleram que outras pessoas não gostem do que ele próprio gosta. Não toleram sagas, filmes, livros que sejam diferentes do que ele próprio é fã. E em resumo de tudo: ele não tolera, não respeita e não gosta de nada que não seja referente ao que ele tanto admira.
Eis aqui alguns exemplos dos mais diversos posts dos quais me deparei ao longo da vida e que exemplificam melhor o que estou querendo dizer:

“Não gosta de Harry Potter? AVADA KEDAVRA!!”



“É bonitinho, mas não gosta de Supernatural. ”



“- Gosta de Percy Jackson?
- Gosto
Casamos. ”

E antes que me apedrejem alegando que tais postagens são cômicas, de humor e não foram feitas para relacionar com a realidade, devo dizer que tenho plena consciência disso. Apesar de não achar graça, sei que elas foram feitas para pessoas que realmente acham graça do que eu não consigo achar e não foram feitas exclusivamente para agradar a todos. Entretanto, todos nós sabemos que nem sempre todas as pessoas levam esse tipo de postagem para o lado da brincadeira, e realmente levam esse tipo de frase como lema de suas vidas.
Eu estou sempre me deparando com pessoas que desprezam outras pelo conteúdo que ela gosta. Fãs de Harry Potter que desprezam fãs de Crepúsculo, fãs de Supernatural que desprezam fãs de The Walking Dead, fãs de Jogos Vorazes que desprezam fãs de Divergente e vice-versa e assim por diante. E eu não vejo nada de cômico nos xingamentos e nas críticas que fazem uns aos outros.
Será que é tão difícil entender que cada um tem o seu próprio gosto? Será que é tão difícil para vocês diferenciarem a personalidade da pessoa com o que ela gosta? Porque nem sempre os seus gostos se resumem as suas qualidades e defeitos. Antes de julgar alguém por motivos tão fúteis como a qual série ela assiste, é preciso conhecê-la, e aí sim, tirar suas próprias conclusões a partir disso.
Conheço diversas pessoas que possuem um gosto musical, literário, cinematográfico completamente diferentes dos meus e nem por isso eu permito que isso estrague a relação que nós temos. Porque eu sei que não são seus gostos que determinam o que ela é de verdade. Não são seus gostos que formarão sua personalidade e seus pensamentos mais variados sobre as mais diversas situações que presenciamos na vida e na sociedade. Não são seus gostos que determinam o nível de educação, gentileza, honestidade e compaixão que ela tem. Isso tudo sim, importa.
Além disso, julgar qualquer pessoa que tenha um gosto diferente do seu e admire qualquer coisa diferente do que você mesmo admira, acaba te afastando de pessoas que provavelmente você poderia levar para a vida. Acaba te afastando de todas as séries, livros e qualquer tipo de obra que você poderia conhecer e passar a admirar também.
É possível continuar gostando do que você gosta e estar sempre procurando por coisas novas, afim de passar a gostar delas também. Estar sempre aberto às mais diversas oportunidades e mudanças que vierem é um ótimo passo para evoluir não só seus gostos, mas a sua própria personalidade. Não porque gostar de Harry Potter te deixa mais legal ou gostar de Cinquenta Tons de Cinza te deixa mais tarado, mas porque cada obra carrega em si um novo ensinamento sobre diversos temas e situações. Estar aberto e disposto a ter contato com novidades te traz um mundo de possibilidades e caminhos.
Não julgue uma pessoa pelos seus gostos. Não goste de uma pessoa pelos seus gostos. Não desgoste de uma pessoa pelos seus gostos. Conheça-a por toda a sua personalidade, e enfim, decida o que aquela significa para você.

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado do post! E se gostaram, deixem seu curtir lá em cima ao lado do título (não esqueçam de confirmá-la) e comentem o que acharam!
Até mais!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team