12 de mai de 2017

TAG: Frases de Mãe


Olá pessoal, tudo bem? O dia das mães, dessas mulheres tão incríveis, maravilhosas e fortes, está chegando! E para comemorar esse dia tão importante, trago a TAG Frases de Mãe! Eu a encontrei no blog Estranhos Como Eu e os seus criadores são Taty Salazar, do blog Coleções Literárias, e Marcio Silva, do blog Um Baixinho nos Livros, e achei que seria divertida de responder!
A TAG consiste em relacionar 10 frases que nossas queridas mamães costumam nos dizer, à livros, personagens e itens do mundo literário.
Espero que se divirtam!
Clique em continue lendo para saber mais.


1. EU VOU CONTAR ATÉ TRÊS...
Um livro que você não via a hora de acabar.
Já li alguns clássicos da literatura que fizeram com que eu desejasse infinitamente que chegassem ao fim. Mas, mesmo com esse desejo incontrolável de finalmente fechar o livro e dizer “terminei”, as histórias eram ao menos interessantes e cativantes, e eu conseguia me desviar um pouco desse desejo. Portanto, excluindo esses tais clássicos da lista, o livro que me sobra e que mais me fez desejar ver a sua última página é O Lado Bom da Vida, de Matthew Quick.
Sim, eu sei, é uma decepção até para mim mesma. Eu queria MESMO ter gostado desse livro tanto quanto gostei do seu filme, mas foi IMPOSSÍVEL. Eu não conseguia nem acreditar que eu não estava sendo capaz de terminar um livro tão curto, de tão maçante e irritante que aquela leitura foi para mim.
É, infelizmente, não deu!

2. SE VOCÊ FALAR ISSO DE NOVO, TE ARREBENTO OS DENTES!
Um livro que você não suporta que falem mal.
Não me lembro de alguma vez ter me sentido tão ofendida por terem falado mal de um livro que eu gosto ou de tê-lo defendido incansavelmente. Mas, para não deixar de responder à pergunta, posso citar qualquer livro da série de Harry Potter, de J. K. Rowling. Apesar de saber me controlar bem quando alguém fala mal da minha série favorita de livros, nunca consigo entender como a pessoa não pôde enxergar a grandeza dessas obras, dessa história, da genialidade da autora por ter construído um universo tão vasto e completo, nos mais pequenos detalhes. É simplesmente inexplicável, para mim.
Para conferir o projeto que fiz dedicado à Harry Potter, clique aqui.

3. SE VOCÊ CORRER, VAI SER PIOR!
Um livro que você corre dele, mas sabe que um dia vai ter que ler.

Espíritos do Tâmisa, de Ben Aaronovitch. Me interessei muito por esse livro, pela sua capa e sinopse, e comprei em uma promoção do Submarino uma vez. Minha mãe começou a leitura antes de mim, e por alguns erros de montagem do livro, percebeu que haviam páginas trocadas. Além disso, ela me dizia que não estava entendendo nada da história e estava muito maçante. Perdi a vontade de lê-lo com esses comentários, mas ele ainda está aqui! Firme e forte! Sei que terei de lê-lo um dia, para pelo menos fazer valer a compra. 



4. VEM COMER SENÃO ESFRIA!
Um livro que você leu logo que lançou.




Infelizmente nunca li nenhum livro logo após seu lançamento, mas para não deixar de responder à pergunta novamente, vou citar A Culpa é das Estrelas, de John Green. Não li após o lançamento, mas li algum pouco tempo antes dele estourar, antes do lançamento do filme. Podemos considerar isso um lançamento? Acho que podemos, vai!





5. VOCÊ NÃO É TODO MUNDO.
Um livro que todo mundo odeia, menos você.

O Cortiço, de Aluísio Azevedo, é com certeza um livro que TODOS odeiam e eu sou APAIXONADA. Lembro que minha professora de português havia indicado esse livro para uma atividade avaliativa, e eu já comecei minha leitura com os dois pés atrás por conta da quantidade de críticas negativas que ele possuía e que eu ouvia de todos à minha volta. Felizmente acabou se tornando uma surpresa muito agradável, pois fui contra a opinião de todos e formei a minha própria opinião positiva sobre a história.
Para conferir a breve resenha que fiz do livro, clique aqui.



6. QUANTAS VEZES EU JÁ DISSE PARA VOCÊ NÃO FAZER ISSO?
Um personagem que te irritou e fez burrada.


Alvo, de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, foi um personagem que me irritou infinitamente. Para mim, ficou explícito o quanto quiseram e forçaram para que ele fosse um dos filhos adolescentes rebeldes sem causa, para que HOUVESSE REALMENTE um problema à ser resolvido e uma história à ser contada.
Sua burrada, apesar de acarretar situações na história que me trouxessem uma boa experiência na leitura, pode muito bem ser considerada uma idiotice sem tamanho. Sem ela não haveria livro, mas é ridículo como ele não percebe a dimensão do problema que essa tal burrada poderia trazer.
Para conferir a resenha que fiz do livro, clique aqui.



7. NÃO. QUANDO DIGO NÃO, É NÃO!
Um livro que você não lerá, não importa o quanto as pessoas falem bem.



Talvez Cinquenta Tons de Cinza, de E. L. James, se encaixe nessa categoria, apesar de eu raramente me recusar a ler livros. Essa é uma história que nunca tive interesse em ler, mesmo com todo o auê que ele causou na época que se tornou famoso no Brasil. Então, depois de ler um texto onde era ressaltado o quanto Christian Grey era na verdade um stalker, manipulador, controlador e muitas outras coisas mais, perdi ainda mais o pouco interesse que tinha de conhecê-lo. Prefiro manter distância enquanto posso. 




8. NÃO MENTE PRA MIM!
Um personagem que te enganou direitinho.




Talvez Lisa, de Azeitona, tenha me enganado em um certo ponto de sua história. Passei o livro todo com uma ideia sobre ela em minha cabeça, afirmando ter certeza daquilo o tempo inteiro, quando na verdade era uma coisa completamente diferente.
Para conferir a resenha do livro, clique aqui.






9. CORAÇÃO DE MÃE NÃO SE ENGANA.
Um livro que te conquistou pela capa e a leitura foi melhor ainda.





O Nome do Vento, de Patrick Rothfuss, tem a sua capa tão maravilhosa e incrível quanto a sua história. É uma representação fiel à grandeza que é seu enredo.
Para conferir a resenha do livro, clique aqui.







10. TÁ CHORANDO SEM MOTIVO POR QUÊ? PERA AÍ QUE EU VOU TE DAR UM MOTIVO PRA CHORAR!

Um personagem chorão que te fez raiva.



Kelsey, de A Maldição do Tigre, é uma personagem que não necessariamente passa o livro todo chorando, mas CHORAMINGANDO sobre o quanto ela não merece estar com o homem que ela está, e o quanto ela é uma garota inútil e indesejável. Eu consigo compreender a insegurança dessas personagens, mas de vez em quando essa insegurança extrapola uns limites e te faz passar raiva, como ela fez comigo.




Então é isso pessoal! Dessa vez não indicarei nenhum blog específico para respondê-la, mas sintam-se todos indicados!
Desejo à todas as mamães um feliz dia das mães, mesmo que todos os dias do ano sejam para vocês! E, é claro, principalmente à minha própria mãe, que é a melhor de todas! Amo você!
Espero que tenham gostado do post! E se gostaram, deixem o curtir lá em cima ao lado do título (não esqueçam de confirmar) e comentem o que acharam!
Até mais!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team