5 de ago de 2016

Resenha/Série: Stranger Things (1ª temporada)

Olá pessoal, tudo bem? No post de hoje trago a resenha de uma série muito amorzinho, muito gostosa de assistir e que tem feito um sucesso absurdo nos últimos dias: Stranger Things, da Netflix!
Clique em continue lendo para saber mais sobre.





Lançamento: 15 de julho de 2016
Criador(es): Matt Duffer, Ross Duffer
Gênero: Drama, Fantasia, Suspense
Nacionalidade: EUA
Nº de Temporadas: 1 (2ª confirmada)
Nº de Episódios: 8
Duração dos Episódios: 60 min





Sinopse
Ambientada em Montauk, Long Island, conta a história de um garoto que desaparece misteriosamente. Enquanto a polícia, a família e os amigos procuram respostas, eles acabam mergulhando em um extraordinário mistério, envolvendo um experimento secreto do governo, forças sobrenaturais e uma garotinha muito, muito estranha.

Trailer

Opinião
Stranger Things é o nome da mais nova e mais famosa série da Netflix. E, como é de se esperar de algo feito por uma das maiores provedoras de filmes e séries do Brasil, o novo lançamento foi excepcionalmente bem recebido pelos fãs e espectadores. Por um longo período de tempo minhas páginas pessoais nas minhas redes sociais só sabiam me mostrar fotos, gifs e vídeos de Stranger Things.
Desde que soube pela primeira vez do novo lançamento, prometi a mim mesma que iria dar uma chance e ver se gostava; afinal, ignorar os milhares de conselhos e recomendações do quanto a série era incrível seria burrice da minha parte. Entretanto, me senti obrigada a começar muito antes do que havia planejado, pois se demorasse um pouco mais, certamente ficaria sabendo de informações que estragariam toda a minha experiência com a história. Portanto, assistir o primeiro episódio foi como um impulso de desespero, com medo de spoilers. O resto? Não chega nem perto de ter sido por impulso ou desespero!
É muito fácil ficar submerso no mundo de Stranger Things após não muito mais que alguns minutos do primeiro episódio, e milhares de motivos contribuem para que isso seja completamente possível.
O primeiro elemento crucial com o qual temos contato, e que nos suga ainda mais para a história desde o primeiro ao último episódio, são os personagens. Desde as mais adoráveis crianças protagonistas até os personagens com pouquíssimas aparições durante os episódios. A atuação de cada um dos atores e atrizes é fantástica! É possível sentir-se presente na história, é possível sentir-se na época retratada, é possível sentir compaixão, tristeza, raiva, amor, desespero e todos os mais diversos sentimentos transmitidos pelos atores e seus personagens. Cada um deles conseguiu alcançar seus objetivos e mostrar verdadeiramente como seus personagens são; mas, é claro, temos destaques em meio a tantos personagens. Joyce (mãe de Will, o garoto desaparecido), Lucas, Dustin e Mike (amigos de Will) e Eleven, amiga dos três garotos citados anteriormente são personagens que, para mim, merecem aplausos especiais.
Joyce foi interpretada de maneira praticamente impecável, sabendo transmitir exatamente a dor terrível de ter um filho desaparecido, a esperança de encontrá-lo e a força de se manter sempre em pé pronta para fazer o possível e o impossível para recuperá-lo. As três crianças, amigas de Will, também são incríveis! Eu normalmente não costumo dar muito crédito para atuações de crianças, pois é de se imaginar que sejam menos profissionais por conta da falta de experiência. Entretanto, esse é um daqueles casos em que não existem dúvidas de que essas crianças nasceram para atuar, e começaram muito bem! A personagem Eleven não se difere das três crianças e, por mim, destaca-se ainda mais. Ela me parece uma das personagens mais difíceis de ser interpretada na série. O silêncio, os traumas, o comportamento ingênuo e amedrontado, a raiva, o poder... tudo em Eleven é extremo e profundo, e o fato dela ter sido interpretada tão maravilhosamente bem só torna tudo ainda mais incrível!

Mike, Will, Lucas, Dustin
Joyce
Eleven
Além dos personagens, o ambiente e a trilha sonora são dois dos outros elementos que fazem com que Stranger Things seja incrível. A série se passa nos anos 80, e por conta desses dois elementos, não existem dúvidas disso. Tudo nos leva a crer que estamos assistindo a uma série que conta uma história que se passa nesse período, chegando até a imaginar que ela também foi feita, filmada e criada na mesma década. As roupas, as músicas, os lugares, os objetos, os comportamentos, as imagens... tudo foi feito com muito cuidado e nos mínimos detalhes.
Temos também a constante menção de mensagens e representações importantíssimas. Stranger Things nos mostra de maneira simples, adorável e sutil a importância da amizade. Nos mostra também, de maneira dramática e profunda, o amor que mães e pais sentem pelos seus filhos. E, por fim, nos dá uma ótima demonstração do poder das mulheres em incríveis e fortes personagens, tendo Eleven como a principal entre elas. É uma sensação maravilhosa se deparar com tantas mensagens bonitas e tantas representações revolucionárias.

"Amigos não mentem"

E, é claro, não poderia deixar de fora o mais importante: o enredo, a história. Era de se imaginar que eu fosse gostar da série a partir disso, pois há basicamente todos os gêneros e características que me agradam em filmes, séries, livros etc. Fantasia, mistério, sobrenatural, investigação, uma pitada de comédia e romance, ficção. É um acoplado de elementos que sempre me agradaram, feito e inserido na série de uma maneira esplêndida.
Portanto, posso garantir que se vocês forem fanáticos por fantasia, mistério e ficção, não há erro ao escolher Stranger Things como a sua próxima série a ser assistida. E se você não for um fanático por esses gêneros, dê uma chance! É uma série divertida, gostosa de assistir, misteriosa, intrigante, e garanto que a cada episódio ela lhe deixará com um gostinho de quero mais na boca.
E apesar de ter sido uma primeira temporada, infelizmente curta, mas incrível de ter acompanhado, ainda nos falta muita explicação sobre muitos assuntos. Esperarei ansiosamente pela segunda temporada e mais respostas! Assistam e aguardem comigo, prometo que não vão se arrepender!
Esse é meu recado:


Nota:

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado do post e se interessado pela série! Se gostaram, deixem o curtir lá em cima ao lado do título (não se esqueçam de confirmar) e comentem o que acharam!
Até mais!

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Estava procurando opinião e comentários que valessem a pena saber sobre esta série. Encontrei aqui! Obrigada. Paula Ramos

    ResponderExcluir
  2. Amo essa série e amo o Dustin!!
    😍😍😍

    ResponderExcluir

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team