22 de jul de 2016

Resenha/Filme: Procurando Dory


Olá pessoal, tudo bem? No post de hoje trago a resenha de um filme/animação da Disney que eu e muitas outras pessoas esperaram por MUITO tempo pelo seu lançamento e tinham grandes esperanças depositadas no mesmo: Procurando Dory, a sequência de Procurando Nemo lançado em 2003.
Eu particularmente já posso adiantar a vocês que Procurando Nemo é uma das, ou se não a, minha animação favorita. É de se esperar que essa resenha esteja repleta de amor e nostalgia!
Clique em continue lendo para saber mais.






Lançamento: 30 de junho de 2016
Duração: 1h35min
Dirigido Por: Andrew Stanton, Angus MacLane
Gênero: Animação, Comédia
Nacionalidade: EUA






Sinopse
Um ano após ajudar Marlin (Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, Dory (Ellen DeGeneres) tem um insight e lembra de sua amada família. Com saudades, ela decide fazer de tudo para reencontrá-los e na desenfreada busca esbarra com amigos do passado e vai parar nas perigosas mãos de humanos.

Trailer

Opinião
Procurando Nemo foi o primeiro filme que assisti no cinema, e que, mesmo que faça muito tempo, por incrível que pareça, eu me lembro de cada detalhe. Lembro de ter ficado assustada com o tamanho da tela e lembro de ter ficado admirada com o fato de estar vendo o mar e aqueles peixes tão de pertinho e com tanta perfeição. E, é claro, lembro de ter me divertido muito e de ter dado muita risada.
Por ter feito parte de um marco tão importante da minha vida, que foi a minha primeira ida ao cinema, a animação acabou se tornando a minha favorita. Já assisti milhares de vezes e vou sempre continuar rindo das mesmas partes, repetindo as mesmas falas e amando cada detalhe de tudo!
Eu nunca esperei que fosse haver uma continuação da minha animação favorita, já que o fim dava a entender de que não havia mais história a ser contada. Entretanto, da mesma forma, sempre fiquei imaginando como seria se fizessem. Uma parte de mim tinha medo de estragarem a experiência do primeiro filme, e uma outra parte (consideravelmente maior) confiava nos poderes da Pixar e Disney e mal via a hora de anunciarem a minha tão esperada sequência.
Quando foi anunciado e confirmado que o filme Procurando Dory estava por vir, meu coração não parava de dar pulinhos de alegria. Muita gente acabou pensando como uma parte de mim pensava antigamente, que acabaria estragando a experiência do primeiro filme, mas eu, depois de um tempo, me esqueci completamente desse sentimento e apenas abracei o fato de que em breve estaria prestes a ver a continuação de um filme que se tornou tão especial para mim. E felizmente não me decepcionei.


Apesar do fato não muito agradável e não muito coerente da história se passar apenas um ano depois da história do primeiro filme (que foi lançado há mais de 10 anos), Procurando Dory continuou carregando tudo o que tinha de bom em Procurando Nemo.
Terem escolhido Dory para ser a personagem principal da vez foi uma sacada no mínimo muito inteligente. Ela com certeza é a personagem favorita de muitas pessoas, e criar um filme do qual a faça protagonista provavelmente é o ponto que mais agradou aos espectadores, incluindo a mim mesma. Ela continua sendo engraçada e tornando toda e qualquer cena muito mais divertida do que seria sem seu senso de humor e seu jeitinho único de ser.
A aventura do filme também se tornou muito mais divertida do que eu achei que seria, pois os produtores apostaram em um cenário completamente diferente do que estávamos acostumados a ver em Procurando Nemo. A inclusão do Instituto de Vida Marinha como o novo cenário do filme me trouxe a sensação e a certeza de que não seria um filme repetitivo, como o título do mesmo dava a entender. Não seria apenas procurando a Dory pelo oceano ou procurando os pais da Dory pelo oceano, como a premissa do primeiro filme também propunha; seria muito mais que isso. Eu adorei o fato de podermos usufruir da vida no oceano e da vida dos animais marinhos de uma maneira diferente. Além de ter sido divertido, também levantou algumas questões à tona, como a irresponsabilidade dos seres humanos com o lixo jogado ao mar e, também, para mim particularmente, com a maneira que os animais marinhos são tratados no Instituto em certos momentos.
E, é claro, além das grandes estrelas estarem de volta (Dory, Marlin e Nemo), da mudança de cenário ter feito total diferença e da história ter sido super divertida, engraçada, fofa e tocante, temos também um fator muito importante que acabou tornando o filme um atrativo ainda maior: os personagens secundários. Geraldo, Destiny, Hank, Becky, Bailey e os dois leões marinhos foram grandes estrelas de Procurando Dory, arrancando tantas risadas quanto a peixinha protagonista.

SAI GERALDO!!!
Portanto, apesar de ter percebido que Procurando Dory tenha recebido várias críticas negativas alegando que não foi uma sequência à altura do primeiro filme e que, não passou de uma animação boba, eu tenho que discordar. Sou suspeita para dizer isso levando em consideração a minha grande paixão por animações da Disney e Procurando Nemo em particular, mas, mesmo assim, não deixa de ser um ótimo filme, um ótimo desenho. É divertido para todas as idades, sem exceção. É claro, acabei achando que o filme se passar apenas um ano depois do filme anterior fosse um pouco sem noção e também senti falta de personagens que apareceram no primeiro filme, mas, não deixa de receber cinco estrelas e de ser favoritado.

Eu duvido você não se apaixonar por essa fofura!!
Os personagens são cativantes e hilários, o cenário é diferente, a história é comovente e divertida, as pequenas mensagens distribuídas pelo enredo são lindas e importantes, a dublagem continua sensacional e a Disney continua não me decepcionando.
Procurando Nemo ganhou a sequência perfeita, disso tenho absoluta certeza.

Nota:

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado do post! E se gostaram, deixem o curtir lá em cima ao lado do título (não se esqueçam de confirmar) e comentem o que acharam!
Até mais!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team