22 de abr de 2016

10 filmes de romance da Netflix


Olá pessoal, tudo bem? No post de hoje trago 10 curtas resenhas de filmes de romance que encontrei e assisti na Netflix há algum tempo atrás. Não são todos os filmes que recomendo ou tive uma boa experiência, são apenas filmes de romance que assisti e quero compartilhar o que achei de cada um deles com vocês.
Em um certo momento enquanto decidia o conteúdo que eu traria para o blog, acabei prometendo a mim mesma que faria resenha de cada filme que eu assistisse e considerasse interessante o suficiente a ser compartilhado com vocês, mas essa tarefa acabou se tornando fora de cogitação quando me vi assistindo vários filmes um atrás do outro sem parar. Portanto decidi separar todos os filmes que assisti recentemente e acabei percebendo que uma grande parte deles eram do gênero romance e eu havia assistido na Netflix. Então pensei: por que não um post copilando esses dois temas que tantas pessoas adoram?
Clique em continue lendo para saber quais filmes de romance encontrei na Netflix recentemente e o que achei de cada um deles. 

1. O Melhor de Mim
Sinopse: O Melhor de Mim conta a história de amor de Amanda e Dawson, que se conheceram e se apaixonaram um pelo outro durante a adolescência, e por diversos motivos e acontecimentos, acabaram se distanciando e seguindo rumos completamente diferentes em suas vidas. Entretanto, alguns anos mais tarde, um funeral acaba os reunindo novamente. Esse reencontro acaba fazendo com que sentimentos renasçam e, além disso, faz com que ambos avaliem as decisões que tomaram em suas vidas.

Opinião: É um filme baseado em um livro do Nicholas Sparks e esse é um dos principais motivos que me fizeram adiar por tanto tempo aquela sugestão do Netflix. Não que eu não goste de Nicholas Sparks e suas adaptações cinematográficas, mas eu estava tão cansada de seus filmes com os mesmos roteiros que acabei deixando esse filme de lado por muito tempo; e talvez tenha sido uma decisão sábia. Esperar esse tempo fez com que eu estivesse mais preparada para encarar o romance do autor, me impedindo de tirar tantas estrelas da minha nota final.
Em um apanhado geral, posso dizer que é um filme adorável, principalmente pelo fato de conter essa variação entre contar os fatos do passado (época adolescente) e os fatos do presente (época adulta). Sempre gostei dessa maneira de contar a história e explicar como a situação chegou ao ponto em que chegou, e nesse filme não foi diferente. Felizmente acabou não sendo tão meloso quanto eu imaginava e talvez o único aspecto que me incomode profundamente nesse filme, seja seu final clichê (no sentido ruim da palavra). Eu não esperava que Nicholas fosse apelar a esse nível de clichê, porque ele nunca me pareceu esse tipo de autor, mas me surpreendi e me senti obrigada a retirar uma estrela da minha nota final por conta disso.
Não acho que seja o melhor filme do gênero para escolher assistir, mas é gostoso e muito bom para passar o tempo. 
Nota:

2. Orgulho e Preconceito
Sinopse: Orgulho e Preconceito é um romance de época que conta a história de uma família formada pelos pais e suas 5 filhas, entre elas, Elizabeth, a personagem principal. A mãe dessas 5 filhas tem uma certa fixação em encontrar e arranjar maridos para cada uma delas, mas Elizabeth não parece disposta a seguir essa fixação peculiar de sua mãe em dedicar sua vida apenas ao marido.
Em um certo momento da história, surge sr. Bingley, um jovem solteiro e rico que acaba sendo conquistado por uma dessas irmãs, Jane. Sr. Bingley também está acompanhado de sr. Darcy, que acaba tendo constantes desagradáveis encontros com Elizabeth conforme o decorrer da história. É claro que esses desagradáveis encontros se tornam algo muito maior quando ambos se conhecem um pouco melhor.

Opinião: Posso dizer que não apostava muito nesse filme quando coloquei para assisti-lo. Estava sem muitas opções, sem muita paciência para pesquisar e procurar o que assistir e acabei escolhendo-o pelas diversas indicações que costumava ver pela internet. E, é claro, no fim acabei me arrependendo de ter feito tantos julgamentos.
É claro, eu não esperava que fosse ser uma história de época e não esperava que o enredo fosse girar em torno de casamentos arranjados e assuntos do tipo. Mas é aí que Elizabeth salva a pátria!
O fato da personagem se recusar a se casar por dinheiro ou simplesmente por casar a torna especial entre tantas personagens que apenas seguem a fixação da mãe e muitas vezes a tomam para si próprias. Elizabeth torna o romance principal do filme um romance balanceado, apaixonante e emocionante de ver acontecer e crescer. 
Não posso afirmar que seja um filme que todos vão amar e se apaixonar assim como eu me apaixonei e amei, pois me parece conter um enredo e um ritmo que nem todos vão apreciar. Mas posso sim indicá-lo e aconselhar que vocês deem uma chance a Orgulho e Preconceito porquê de um jeito ou de outro, vale a pena assistir e suspirar de amores por esse filme!
Nota:

3. In Your Eyes
Sinopse: In Your Eyes conta a história de Rebecca e Dylan que desde muito cedo tem essa estranha conexão. Em um certo momento de suas vidas ambos descobrem que essa ligação é capaz de fazê-los sentir, ouvir e ver o que o outro está sentindo, ouvindo e vendo, e acabam ficando cada vez mais curiosos para conhecer um ao outro e saber o que se passa em suas vidas que são completamente diferentes. Passando tanto tempo na pele um do outro, ambos acabam se apaixonando e buscam um jeito de lidarem com esse romance metafísico.

Opinião: E se tem uma palavra que descreva esse filme, essa palavra é: fofo. Não é, de longe, aquele tipo de filme de romance que contém aquele toque profundo de drama ou aquela mensagem e história importante a se contar. É simplesmente um filme que retrata a história e o amor de um casal de uma forma um pouco diferente; e é apaixonante!
Eu diria que é um filme estilo “Sessão da Tarde”. Aquele que você descobre enquanto deixa a TV ligada, se interessa em um certo ponto e quando vê já está completamente ligado aos personagens e inteirado na história sem ao menos perceber.
É muito fácil se conectar com os personagens, e o fato deles não estarem realmente juntos na maior parte do tempo faz com que a situação se torne ainda mais interessante, porque é divertido ver como eles se comportam e ao mesmo tempo angustiante saber que estão tão longe um do outro, fazendo com que você torça ainda mais pela união do casal.
É um amorzinho de filme, e tão gostoso de assistir que tenho certeza que você ficará desapontado quando ele terminar, assim como eu fiquei.
Com toda certeza eu recomendo!
Nota:

4. Mesmo se Nada der Certo
Sinopse: Mesmo se Nada der Certo conta a história de uma cantora que se muda para Nova Iorque com seu namorado, mas algum tempo depois dessa mudança eles acabam terminando o relacionamento. Em crise, ela acaba indo morar com seu amigo, que a faz acompanhá-lo em seus shows em bares.  Em um desses shows, ele a convence a apresentar uma de suas músicas, e para sua sorte, um produtor de discos acaba ouvindo sua performance e se convence de que ela é uma estrela. Com isso, cantora e produtor se juntam para a produção de um novo disco que pode melhorar o astral da vida de ambos.

Opinião: Sempre estive interessada em assistir esse filme. Nunca havia ouvido falar, nunca havia lido alguma resenha ou visto alguma indicação, mas o pôster e o nome do filme me davam todas as pistas de que seria um bom filme para se assistir. E eu não estava errada.
Mesmo se Nada der Certo é um daqueles filmes que tem sua base no romance, mas caminha e se desenrola de uma forma completamente diferente do gênero, te fazendo refletir quase sempre se está mesmo assistindo a um romance. Esse fator faz com que você não fique sempre pensando no casal ou no relacionamento dos personagens, mas em como as situações ficarão resolvidas no final e de que forma eles caminharão até lá; e essa é uma característica que me agradou muito!
Além disso, o fato de envolver a música e a produção de um disco fez com que acrescentasse ainda mais aquela vibe agradável e gostosa ao filme, tornando a experiência ainda mais incrível do que normalmente seria sem isso.
É um filme leve, sensível, gostoso e muito amorzinho. Para os fanáticos por romance talvez acabe não sendo o filme mais indicado justamente por não conter tantos elementos do gênero quanto supostamente deveria, mas para os que não gostam de tanto doce e curtem uma história mais concreta com um fundinho de moral da história, vão adorar!
Não digo que não indico a todos, pois acho que o ar que esse filme carrega pode trazer uma experiência no mínimo boa para uma grande maioria. Portanto, deem uma chance!
Nota:

5. D.U.F.F. - Você Conhece, Tem ou É
Sinopse: DUFF conta a história de Bianca, que em uma festa acaba recebendo a notícia de que entre suas duas amigas ela era a amiga DUFF (Designated Ugly Fat Friend- Amigo designado feio gordo). Ficando extremamente chateada por pensar que suas duas melhores amigas haviam a escolhido como a amiga DUFF para se destacarem, Bianca recorre a um atleta popular da escola (que acaba sendo seu vizinho e velho amigo de infância também) para ajudá-la a melhorar seu visual.

Opinião: Acabei escolhendo esse filme por acaso, por falta de opção e por ser um dos únicos filmes restantes com uma nota razoável. Não estava esperando muito dele tendo em vista o seu pôster e o seu título, e acabei descobrindo mais tarde que eu realmente fiz a escolha certa em não criar expectativas sobre ele.
Não quero dizer que seja um filme ruim ou horrível com essa informação, apenas que não foi nada surpreendente ou um filme que acrescentasse algo importante em minha vida. DUFF acaba sendo o típico filme escolar americano clichê (infelizmente no sentido ruim da palavra), tornando-o extremamente previsível do início ao fim. É divertido, mas não tão engraçado quanto tentava ser.  Tenta transmitir uma mensagem importante sobre rótulos, mas para mim, não transmitiu de uma forma impactante o suficiente, acabando por quase mascará-la.
Talvez eu tenha assistido muitos filmes nesse estilo e talvez eu já não esteja mais na idade para gostar deles. É um filme teen clichê, mas eu me lembro da época que eu ainda me divertia com filmes nesse estilo. Portanto, não posso dizer que não recomendo a ninguém, pois para um público de uma certa idade ele talvez seja ideal e talvez traga uma experiência muito melhor que a minha.
DUFF talvez não tenha acrescentado tanto na minha vida, mas pode acrescentar algo na sua e na de várias outras pessoas.
Nota:

6. Azul é a Cor Mais Quente
Sinopse: Azul é a Cor Mais Quente conta a história de Adèle, uma garota de 15 anos, que na cor azul dos cabelos de Emma, acaba descobrindo sua primeira paixão por outra mulher. Sem revelar a ninguém o seu segredo, ela acaba se entregando por completo a esse amor.

Opinião: Sim, é exatamente isso que você leu. O filme conta SÓ ISSO.
Eu até hoje não me conformo e não entendo como as pessoas louvam tanto esse filme quando ele não tem absolutamente nada de conteúdo, mensagem ou qualquer outra coisa! Eu até hoje fico extremamente deprimida quando vejo algumas pessoas comparando o meu jogo preferido da vida (Life is Strange), com esse filme sem pé nem cabeça.
É sério, peço perdão se você ama esse filme e está sendo obrigado a ler uma crítica tão dura, mas não tem como. Eu sempre tive curiosidade de ver esse filme pela quantidade de críticas positivas que eu lia na internet a respeito dele e sempre imaginei que fosse ser um filme que abordasse o romance LGBT com todas as dificuldades que se deve enfrentar para defender um amor como esse, mas acabou não sendo muito mais que sexo!
Descobrir que um filme tão elogiado pelas pessoas pode ter como principal motivo apenas o sexo explícito entre duas mulheres me deixa muito triste. E além disso, me deixa muito triste o fato de terem jogado fora um enredo que tinha tudo para ser bom se fosse abordado da maneira correta. Eu raramente me deparo com filmes que abordem romances gays e é deprimente quando me deparo com um que não aborde nada além da relação sexual que essas duas garotas têm.
Eu não consegui sentir amor, paixão, leveza, romance em momento nenhum do filme. Eu não consegui ver uma história concreta que fosse útil ser contada, eu não consegui ver sentido em tantas notas positivas a esse filme.
Não fez sentido, para mim, assistir Azul é a Cor Mais Quente.
Nota:

7. O Primeiro Amor
Sinopse: O Primeiro Amor conta a história de Juli e Bryce que acabam se conhecendo aos 7 anos de idade quando Bryce se muda para a mesma rua de Juli. Juli acaba sustentando um amor profundo pelo garoto, mas não é correspondida por diversos anos de sua vida. Aos 13 tudo isso muda quando ele começa a se apaixonar pela garota enquanto ela vai perdendo seu interesse por ele. Juntos eles vivem diversos altos e baixos até finalmente se entenderem.

Opinião: Eu sou aquele tipo de pessoa que tem uma grande queda por filmes que abordem romances adolescentes ou primeiros amores, portanto não há muito o que se esperar da minha avaliação para esse filme que não seja longos suspiros de amor.
O Primeiro Amor é um filme divertido, fofo e super gostoso de se assistir. Acompanhar essa mudança nos personagens e a maneira como ambos vão lidar com todos esses sentimentos inéditos é lindo e acaba dando um ar de inocência admirável ao filme. E além de inocência, o filme também carrega uma atmosfera formada por uma leveza, uma sutileza e uma sensibilidade de se admirar.
Eu me encantei profundamente por esse filme e espero que minha indicação sirva para lhe fazer assisti-lo, tendo uma experiência tão incrível quanto a que eu tive. 
Nota:

8. Questão de Tempo
Sinopse: Questão de Tempo conta a história de Tim, que ao completar 21 anos é surpreendido por uma notícia inacreditável vinda de seu pai. O que ele descobre é que ele faz parte de uma geração de homens da família que são capazes de voltar no tempo. Com isso, Tim pretende utilizar esse privilégio para encontrar uma namorada.

Opinião: Tenho certeza que uma grande maioria de vocês tem visto muitas indicações ou críticas positivas a respeito desse filme em diversos lugares. Fico feliz em dizer que agora meu blog é mais um desses lugares e que agora faço parte dessas indicações positivas.
Questão de Tempo é mais um daqueles filmes de romance que não criamos muitas expectativas e não apostamos muito nele no início, mas que acaba nos captando a partir de um certo momento até o último minuto.
Por ser um filme envolvente, acaba se tornando uma tarefa muito fácil se afeiçoar aos personagens e a história. Acaba se tornando uma tarefa muito fácil se apaixonar por esse filme.
É divertido, apaixonante e muito gostoso de assistir. Ele acabou sendo único e diferente ao abordar o tema viagem no tempo e, além do mais, pincelou com uma mensagem adorável. O filme não carrega nenhuma atmosfera pesada sobre nada, ele é feito justamente para que você retire todos os pesos do corpo enquanto assiste, relaxa e aproveita.
E mesmo que ele não seja o melhor filme do mundo, não seria uma tarefa muito difícil assistir esse filme repetidas vezes.
Eu com certeza indico Questão de Tempo se você está afim de assistir algo leve, divertido, relaxante e positivo.
Nota:

9. Inquietos
Sinopse: Inquietos conta a história de dois jovens que acabam se conhecendo em uma situação bastante inusitada: em um velório. A partir disso, ambos permitem se conhecer cada vez mais até finalmente se apaixonarem um pelo outro. Entretanto, esse amor tem prazo de validade, pois a garota está diagnosticada com câncer.

Opinião: É evidente para mim que qualquer um que veja uma sinopse como essa já logo revire os olhos e busque a indicação de outro filme imediatamente. Filmes de romance com aquela pitada de drama e câncer são os mais repudiados pelas pessoas que estão sempre cansadas dos clássicos clichês. Entretanto, eu aconselho a todos que deem uma chance a esse filme.
Sim, ele é um romance adolescente e ele também é clichê, mas como já citei isso em um post (Ser clichê é ruim?) nem sempre isso precisa significar algo ruim; e Inquietos, para mim, passa longe de ser ruim.
Ele carrega uma atmosfera completamente diferente de tantos outros filmes de drama e romance que abordam o tema câncer. Sempre que vejo filmes com essa temática eu já logo espero chorar até desidratar e ficar deprimida por semanas, mas com esse filme foi completamente diferente.
E talvez seja justamente essa a mensagem que ele pretende transmitir aos seus espectadores. Talvez seu objetivo seja realmente transmitir sentimentos como felicidade, romance, boas memórias e leveza. E é por isso que esse filme me encantou tanto.
Acabei dando 5 estrelas, mesmo não sendo um dos melhores filmes que já assisti na vida, apenas pelo fato de ter me sentido incrivelmente bem enquanto assistia. É incrível você ser capaz de passar um sentimento tão bom utilizando um tema tão trágico. É incrível como esse filme me fez enxergar o lado bom até mesmo nas coisas mais ruins.
E é por isso que digo: deem uma chance para Inquietos. Prometo que mesmo que não for o melhor filme da vida de vocês, será uma boa experiência. 
Nota:

10. Simplesmente Acontece
E finalmente o último e talvez mais querido filme dessa lista por uma grande maioria de amantes de filmes de romance!

Sinopse: Simplesmente Acontece conta a história de dois melhores amigos desde a infância, Alex e Rosie, que claramente nutrem uma atração um pelo outro, mas mesmo assim decidem manter a amizade acima de tudo. Ambos estão sempre juntos, até o momento em que Alex decide cursar faculdade de Medicina em Harvard; uma situação que acaba os distanciando e fazendo com que cada um seguisse um caminho diferente em suas vidas. Desde então eles estão sempre se esbarrando e se afastando até finalmente perceberem que o amor que sentem um pelo outro não pode mais ser deixado de lado.

Opinião: Acho que já é de se esperar qual seja a minha opinião sobre esse filme, não é? Sou tão previsível quanto a maior parte dos filmes de romance que assisto.
Simplesmente Acontece é um filme que te faz torcer pelo casal desde o início, mas não te permite admirá-los juntos como realmente um casal por mais de 5 minutos de cena. Esse talvez seja um dos principais motivos de críticas negativas, mas foi um dos principais motivos de ter me levado até a crítica positiva.
Talvez manter o casal sempre afastado e sempre em milhares de desencontros e conflitos tenha me deixado realmente ligada a história, ao filme e aos personagens. Eu não conseguia tirar os olhos da tela e ao mesmo tempo em que sentia raiva e amor, também me divertia muito! É realmente muito fácil se envolver.
Portanto, talvez não seja um filme que vá agradar muita gente, pois a quantidade de motivos que separam o casal principal chega a ser surpreendente ás vezes e isso pode com certeza acabar irritando algumas pessoas. Mas, é claro, também é um filme que agrada muita gente por ser divertido, envolvente e super gracinha de se assistir.
Eu indico e peço para que deem uma chance a Simplesmente Acontece. Talvez você tenha uma experiência tão boa quanto eu tive!
Nota:

Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado das resenhas e espero que tenham se interessado em assistir algum filme da lista. E se gostaram, deixem o curtir lá em cima ao lado do título (não se esqueçam de confirmar) e comentem o que acharam!
Até mais!

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Olá Amanda,

    Amei seu post e suas indicações! Eu assisti a maioria e tivemos praticamente as mesmas impressões hahaha

    O melhor de mim, eu sou suspeita por causa do Nicholas Sparks hahaha então eu não me cansei ainda das histórias dele;
    Orgulho e preconceito é meu amorzinho de filme, sou apaixonada pela história e com certeza vale muito a pena ler o livro da Jane Austen, esse e todos os outros;
    Simplesmente acontece também é ótimo, foge um pouco do livro mas eu adorei a adaptação, vale a pena ler o livro da Cecelia Ahern também;

    Mesmo se nada de certo e Questão de tempo, são ótimos e eu adoro os autores!

    Realmente não gostei de Azul é a cor mais quente, não me passou nenhuma emoção e não me surpreendeu em nada.

    Adorei o blog! =)

    http://www.booksimpressions.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que tivemos praticamente as mesmas opiniões sobre os filmes! Assim me sinto menos sozinha hahahaha
      Obrigada <3

      Excluir

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team