16 de fev de 2016

Especial Harry Potter: O que Harry Potter significa para mim


Olá pessoal, tudo bem? Finalmente chegamos ao último post do Especial Harry Potter!
Eu adorei criar esse projeto de posts e gostaria de agradecer a cada um que tomou um pouco do seu tempo para ler cada um deles, porque com certeza os escrevi com toda dedicação, amor e carinho do mundo.
Eu me sentiria incompleta se eu não fizesse algo para homenagear a minha série preferida, então, decidi criar esse projeto. Deu muito trabalho escrever sobra cada um dos temas que escolhi, alguns deles até mesmo me tomando dias inteiros! Mas, mesmo assim, não me arrependo nem por um segundo.
Decidi então, para fechar com chave de ouro, escrever sobre o que sinto por essa série maravilhosa e J.K. Rowling, a incrível criadora desse mundo que me trouxe tantas coisas boas ao longo da vida.
Clique em continue lendo para compartilhar comigo todo esse amor!

Ok, talvez não tenha sido uma boa ideia criar essa parte do post, porque talvez 1) eu provavelmente vou chorar ao longo dele e 2) eu não sei nem por onde começar a descrever o que essa série significa para mim. Mas, vamos lá!
Minha história com a série (que você pode ler clicando aqui: Especial Harry Potter: Minha história e humilde coleção) é repleta de vai-e-vem. Não me apaixonei à primeira vista, mas sei que desde o meu primeiro contato com ela, havia entre nós uma conexão fora do normal. Uma conexão que eu pude constatar quando assisti a todos os filmes e li a todos os livros.
J.K. Rowling foi capaz de criar um mundo fictício do qual não parece ser exatamente fictício. E aos olhos de um leitor qualquer, essa frase pode parecer exagerada e nada condizente com realidade, mas, acredite, é dessa maneira que eu, acompanhada de muitos outros fãs, vemos a série.
Quando você embarca no incrível enredo e no incrível desfecho de cada aventura vivida por Harry Potter e seus amigos, você dificilmente se lembrará de que está simplesmente lendo um livro ou assistindo um filme. Você se sentirá em casa e incrivelmente acolhido, ao mesmo tempo que sentirá como se estivesse viajando para outra dimensão.
Com o tempo – sem ser preciso muito dele – você se sentirá parte da família. Será como se tivesse acompanhado aquela história desde o início, mesmo que não tenha. Será como se tivesse feito parte daquele mundo realmente. Será como se aquilo tivesse feito parte da sua vida desde sempre. Foram dessas e de diversas e milhares de outras maneiras que me senti ao longo da minha trajetória com Harry Potter.
Posso garantir a cada um de vocês, leitores do meu blog e desse post em particular, que escrever e colocar em palavras o quanto essa série significa para mim, é uma das coisas mais difíceis que já fiz. E acreditem quando eu digo: já fiz muitas coisas difíceis.
Não parece suficiente. Qualquer coisa que eu diga ou escreva aqui não parece suficiente para descrever o quanto eu sinto essa série de livros e filmes. Não seria suficiente para descrever o quanto isso tudo faz parte de mim e me marcou de uma maneira tão profunda. Não seria suficiente para descrever o meu amor por todo esse universo.
J.K. Rowling me propiciou tantas maravilhas a partir desses livros que tudo o que eu tenho vontade e me sinto obrigada a fazer é agradecer por sua existência e por ter posto no papel todas as ideias que tinha em mente. Sem ela, eu provavelmente não me apaixonaria pelo mundo da literatura. Sem ela, eu provavelmente não adquiriria gosto pela escrita e jamais escreveria o livro que já terminei, o livro que estou escrevendo agora e não teria tantas ideias para livros futuros. Sem ela, eu provavelmente não criaria esse blog e o canal. Sem ela, eu provavelmente não me interessaria por diversas outras sagas que me ensinaram muitas outras coisas e por fim, sem ela, eu provavelmente não seria a pessoa que eu me tornei.
O mundo que Rowling criou fez uma diferença extrema na minha vida. Uma diferença que até mesmo eu, quando paro para pensar, me surpreendo. Essa mulher e a sua imaginação me transformaram na pessoa que sou hoje e me guiaram a ter os pensamentos que tenho hoje. Rowling e Harry Potter, de certa forma, me moldaram ao longo do tempo.
Eu sinceramente nunca me senti e tenho certeza que jamais me sentirei dessa forma com nenhuma outra série de livros e filmes. Não vou mentir, é claro, existem e sempre existirão sagas, filmes, séries, livros, jogos e todo qualquer tipo de coisa tão importante quanto Harry Potter em tantas outras diversas maneiras na minha vida. Cada um tem sua devida importância para mim. Mas, nenhuma dessas outras coisas jamais conseguirá ter a importância que Harry Potter tem.
 Eu nunca me canso. Eu nunca deixo de me emocionar, de me sentir nostálgica e de sentir um aperto no coração ao pensar no quanto amo tudo isso. Eu nunca deixo de me impressionar com a incrível capacidade da autora de criar um mundo mágico como esse, todo trabalhado nos mínimos detalhes. Eu nunca deixo de me impressionar no quanto a equipe de produção dos filmes se empenhou parar criar um mundo que condissesse com a imaginação da própria autora e criadora, e dos milhares de fãs de Harry Potter e em como eles conseguiram alcançar seus objetivos com sucesso. Eu nunca deixo de me sentir feliz e acolhida sempre que penso no que tudo isso significa para mim.
Sei que já escrevi muito da mesma coisa e que provavelmente já deu para ficar claro o que essa série significa para mim; e mesmo assim, não é suficiente. Não é um sentimento que eu sei bem como explicar, mas sei muito bem como sentir.
Harry Potter sempre será parte da minha vida, e eu sempre serei parte do mundo de Harry Potter.

Então é isso pessoal, espero de verdade que tenham gostado do projeto e do post de hoje! E se gostaram, deixem o curtir lá em cima ao lado do título e comentem o que acharam!
Até mais!

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Harry Potter também fez parte de minha vida quando eu era mais nova. Eu tinha até o álbum de figurinhas!

    Beijos

    (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Harry Potter está presente na vida de muita gente <3 e eu sempre tive vontade de ter o álbum de figurinhas! :(

      Excluir
  2. Que texto lindo, me identifiquei muito,essa saga também me moldou ao longo da minha vida, sem falar os momentos em que os personagens me compreenderam e em como tudo isso me influenciou a continuar escrevendo. Depois lerei os outros posts bjs
    Izumiy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom saber que essa série maravilhosa influencia a vida de tanta gente <3
      Espero que goste do restante dos posts!

      Excluir

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team