8 de dez de 2015

Resenha/Livro: Let It Snow (Deixe a Neve Cair)


Olá pessoal, tudo bem? Finalmente chegamos no último mês do ano! Mês repleto de sentimentos bons, com clima de festas, feriados, Natal, e para a maioria das pessoas, época e milagres e muito amor! E é com todos esses sentimentos que a resenha do livro de hoje é igualmente carregada. Não poderia ter uma história mais gostosa de se ler nesse período! Let It Snow (Deixe a Neve Cair) é definitivamente o livro perfeito para a época que estamos entrando!
No post de hoje contarei a vocês o que achei do livro e se ele realmente atendeu minhas expectativas, e, além disso, logo postarei um vídeo no canal contando também como foi minha experiência com a leitura em inglês, já que esse foi o meu primeiro livro da língua. Espero que gostem de ambos!
Se está curioso para saber o que achei desse livro de contos, clique em continue lendo!






Título Original: Let It Snow
Autores: John Green, Maureen Johnson, Lauren Myracle
Editora: Speak: The Penguin Group (BR: Rocco)
Ano: 2008
Páginas: 352





Sinopse
(Versão Inglês) Sparkling white snowdrifts, beautiful presents wrapped in ribbons, and multicolored lights glittering in the night through the falling snow. A Christmas Eve snowstorm transforms one small town into a romantic haven, the kind you see only in movies. Well, kinda. After all, a cold and wet hike from a stranded train through the middle of nowhere would not normally end with a delicious kiss from a charming stranger. And no one would think that a trip to the Waffle House through four feet of snow would lead to love with an old friend. Or that the way back to true love begins with a painfully early morning shift at Starbucks. Thanks to three of today's bestselling teen authors — John Green, Maureen Johnson, and Lauren Myracle — the magic of the holidays shines on these hilarious and charming interconnected tales of love, romance, and breathtaking kisses.

(Versão Português) Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio romântico, do tipo que se vê apenas em filmes. Bem, mais ou menos. Porque ficar presa à noite dentro de um trem retido pela nevasca no meio do nada, apostar corrida com os amigos no frio congelante até a lanchonete mais próxima ou lidar sozinha com a tristeza da perda do namorado ideal não seriam momentos considerados românticos para quem espera encontrar o verdadeiro amor. Mas os autores bestsellers John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle revelam a surpreendente magia do Natal nestes três hilários e encantadores contos de amor, interligados, com direto a romances, aventuras e beijos de tirar o fôlego.

Opinião
Desde que peguei o livro Let It Snow em mãos eu tinha a plena consciência de que estava prestes a mergulhar de cabeça em uma leitura relaxante, leve e gostosa. Por se tratar de três contos natalinos de romance, não havia muito o que esperar a não ser uma leitura no mínimo divertida e descontraída. Entretanto, além dos pensamentos positivos em relação à leitura, também imaginei que seria um livro facilmente esquecível na minha estante após o seu término; e eu não poderia estar mais enganada.
Com uma mistura saudável de romance, humor e drama, Let it Snow consegue te prender em seus contos desde o primeiro momento. E para os apaixonados por Nicholas Sparks, não esperem o mesmo romance extra meloso que o autor romântico dispõe na maioria de suas obras, já que John Green, Marueen Johnson e Lauren Myracle carregam um estilo completamente diferente e relativamente único (em minha percepção) nesse quesito, no qual os mesmos conseguem criar um romance sem que esse seja sempre o foco principal de suas histórias. Contando com diálogos divertidos, aventuras a parte e, principalmente, com a simplicidade do amor descrito, os contos conseguem se destacar pela diferença do romance maçante que normalmente encontramos em livros do gênero.
Além disso, os autores também conseguiram fazer com que os três romances, apesar da distinção das histórias, fossem também acompanhados da mesma proporção de diversão. Com personagens irônicos e cômicos, o drama real dos contos acaba se transformando em nada mais nada menos que uma verdadeira aventura.
O livro é, também, como já citado, carregado de sentimentos bons que são facilmente transmitidos ao o leitor durante a leitura. Amor, felicidade, proximidade, solidariedade e paz de espírito são alguns exemplos dos sentimentos que Let It Snow consegue demonstrar, incorporar e consequentemente passar para seu leitor através de suas adoráveis histórias. E acreditando ou não nos milagres de fim de ano, tenho certeza que sentirá o mesmo que eu senti ao lê-lo.
Entretanto, apesar de todos esses pontos positivos, nenhum deles foi realmente o responsável pela minha grande paixão por esse livro de contos natalinos. O que o fez com que se destacasse em meio a tantos livros de contos e romances foi a sua originalidade. Não a originalidade de suas histórias, mas na maneira como elas são contadas. O livro compõe três contos com histórias diferentes entre si, mas com narrativas contadas em um mesmo espaço e tempo, que acabam se entrelaçando em algum momento. Aquele personagem que talvez pareça insignificante no primeiro conto, pode se tornar o personagem principal no segundo, e assim em diante. E, é claro, no fim, temos o vislumbre de todas as relações criadas entre as três narrativas e todas as suas consequências. Essa maneira inovadora de narrar três histórias de amor foi realmente a isca que me atraiu para a armadilha e me fisgou.
Sem sombra de dúvidas a obra consegue prender o leitor com facilidade, utilizando de seus personagens carismáticos, de seu humor, de seu romance, de sua inocência, de sua doçura, de sua simplicidade, de sua positividade e de sua maneira única de narrar suas histórias, mesclando de alguma forma todos os três contos presentes no livro. E com todas essas incríveis características, acaba se tornando extremamente difícil não criar vínculos com os personagens e suas histórias de amor. É extremamente difícil não se apaixonar por cada detalhe e é extremamente difícil não se deixar cativar por Let It Snow. Porque é isso que ele é: cativante! 

Capa
A capa do livro entra em perfeita sintonia com todos os sentimentos que o mesmo carrega. Com nada além dos flocos de neve sobre uma coloração azul de fundo, a simplicidade não poderia ter sido abordada de maneira mais coerente em relação a história do livro. Tudo parece se completar! 



Marcações
A cada página do livro havia uma citação que me fazia rir de alguma forma. Eu queria tê-las marcado, mas se tivesse feito, meus post-its teriam acabado! Marquei as que mais me fizeram rir, mas gostaria de ter marcado o livro todo!


"Proximidade não produz familiaridade." 

"A ideia de que Sam não poderia tirar meus pais da cadeia era ridícula. Era como ouvir um piloto falar no interfone, "Hey, todo mundo. Eu acabei de me lembrar que não sou bom em aterrissagem. Então eu vou apenas continuar voando até que alguém tenha uma ideia melhor." (Sam é advogado) 

"Eu sinceramente esperava e rezava para que todas elas não gritassem "Ai meu Deus!" todas juntas, mas minhas preces não foram escutadas, talvez porque Deus estava ocupado ouvindo todas elas." (Falando sobre Líderes de Torcida) 

"'DIGA A ELES O QUE VOCÊS ACABARAM DE FAZER!'
'Um,' eu disse.
'Nos beijamos', o Duke disse.
'Isso é meio gay,' Keun disse.
'EU SOU UMA GAROTA.'
'É, eu sei, mas o Tobin também é," Keun disse."

Nota:

Então é isso pessoal! Espero que eu tenha convencido vocês a lerem esse livro maravilhoso e espero que tenham uma experiência tão boa quanto eu tive quando forem lê-lo! Comentem o que acharam da resenha e do livro - se já o leu - e deixe seu curtir lá em cima ao lado do título.
Até mais!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team