19 de mai de 2015

Resenha/Livro: O Filho de Netuno


Olá pessoal, tudo bem? No post de hoje estarei fazendo uma resenha sobre o segundo livro da série Os Heróis do Olimpo: O Filho de Netuno. Tenho demorado para ler livros ultimamente mas é tudo porque estou cursando o último ano do ensino médio e as coisas estão um pouco difíceis ultimamente; mas de qualquer forma, consegui ler esse livro, mesmo que tenha demorado, e quero muito contar para vocês o que achei de cada detalhe! Vamos lá?







Título Original: The Son of Neptune
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Ano: 2011
Páginas: 432







Sinopse
A vida de Percy Jackson é assim mesmo: uma grande bagunça de deuses e monstros que, na maioria das vezes, acaba em problemas. Filho de Poseidon, o deus do mar, um belo dia Percy desperta sem memória e acaba em um acampamento de heróis que não reconhece. Agarrado à lembrança de uma garota, só tem uma certeza: os dias de jornadas e batalhas não terminaram. Percy e seus novos colegas semideuses vão enfrentar os misteriosos desígnios da Profecia dos Sete. Se falharem, as consequências, é claro, são desastrosas.

Opinião
Levando em consideração que sou uma garota clichê em relação a séries desse tipo, e meu personagem preferido é o Percy Jackson, e eu amo o Acampamento Meio-Sangue, logo de início o segundo livro da série Os Heróis do Olimpo não me agradou. A aparição do novo acampamento, ao contrário da opinião de muita gente, não me agradou. O fato de Percy ter perdido sua memória, mesmo que “temporariamente”, também me incomodou. Não são fatores que incomodem a todos, aparentemente isso é uma particularidade, pois eu era e ainda sou muito apegada ao Acampamento Meio-Sangue, ao Percy e a primeira série, Percy Jackson e os Olimpianos. Era de se imaginar que o início dessa série fosse ser um pouco difícil para eu aceitar.
A mesma coisa aconteceu enquanto eu estava lendo o primeiro livro da série, O Herói Perdido, mas ao contrário do segundo, os personagens estavam em um ambiente que eu amava, cercados por outros personagens que eu já conhecia; e por esse motivo foi mais fácil de aceitar e me acostumar com a leitura do primeiro livro. No segundo, havia apenas um personagem que eu conhecia, cercado por outros que eu ainda não conhecia e em um lugar totalmente diferente, desconhecido e principalmente: que eu não gostei. Aceitar o ambiente e os novos personagens foi algo bem mais difícil durante essa leitura.
Além disso, todos nós sabemos que na maioria dos livros o início é sempre chato. Não importa se é uma série que você ama de paixão, o início sempre será a parte mais difícil. E isso não foi nada diferente com esse livro. Durante a minha leitura, percebi que, mesmo que a história já tenha começado com ação, as coisas estavam demorando muito para acontecer. Sei que isso se dava ao fato de que algumas páginas eram reservadas para conhecermos um pouco mais sobre os novos personagens, mas foi algo cansativo para mim. Não eram histórias desnecessárias, pois sempre há um motivo para aquele fato estar sendo mencionado, porém foi algo que dificultou a leitura e a minha afeição pelo livro.  
Tirando esses pequenos detalhes, que infelizmente influenciaram muito na minha nota para o livro, a história, como é de se esperar, é fantástica.
Rick tem sua própria maneira de nos deixar ligados ao enredo e aos mistérios que cercam a narrativa, nos deixando sempre cada vez mais ansiosos para saber o que acontecerá na próxima página, capítulo ou livro. Com os livros do Rick você não precisa se preocupar se haverá ou não ação, pois é certeza absoluta que em momento algum do livro você ficará entediado (deixando bem claro que eu sou uma pequena exceção por conta do que eu disse logo acima).
O livro apesar de seus minúsculos defeitos, não deixa de ser incrível e maravilhoso. As batalhas são épicas, cada personagem tem sua particularidade impressionante e a história geral que envolve a série fica cada vez mais angustiante e magnífica.
Se você ainda não começou a ler essa série ou não pretende lê-la, está perdendo uma das melhores séries já escritas.
Nem mesmo alguns poucos defeitos me farão gostar menos dessa série maravilhosa!

Spoilers
Ao contrário do primeiro livro, eu não sabia absolutamente nada sobre esse, nenhum detalhe. Não sabia que Hazel seria filha de Plutão/Hades, que Frank seria filho de Marte/Ares (apesar de ter descoberto isso antes da revelação) ou qualquer outro pequeno detalhe do livro. Isso talvez tenha me deixado bem mais curiosa e angustiada para saber o que aconteceria em seguida, ao contrário do primeiro livro que não me passou muito essa sensação. Com isso, algumas coisas me deixaram realmente chocadas. Como por exemplo, o final do livro, onde Hazel reconhece Leo como Sammy, seu antigo namorado. Tudo o que passou pela minha cabeça foi “oi?”, e logo em seguida fiquei alguns minutos olhando para a parede refletindo sobre como aquilo iria afetar o meu shipp favorito do momento. Talvez isso não tenha tanta importância no livro seguinte mas realmente me deixou abalada.
A aparição de Ella e o possível interesse de Octavian na harpia se descobrisse sua importância também foi um fato que me deixou angustiada e ansiosa por respostas nos próximos livros da série. Obviamente que as coisas não permanecerão pacíficas dessa maneira, e obviamente Octavian descobrirá que Ella sabe todas as Profecias perdidas e obviamente isso será um desastre. Talvez isso chegue a ser um dos principais motivos que estão fazendo com que eu fique tão desesperada por respostas.
Também o fato do livro ter terminado em uma parte que vem a ser tão importante nos livros seguintes, que é o momento em que os gregos chegam ao acampamento romano para juntar suas forças e lutar juntos na batalha da Profecia dos Sete, me deixou ainda mais curiosa para saber como será a relação de ambos os acampamentos. Apesar de ter uma certa ideia de que os primeiros momentos serão repletos de brigas, eu espero que as coisas se acalmem logo.
Mas de qualquer forma, Rick sempre me surpreende com a maneira que as coisas percorrem no decorrer da história e agora mais do que antes, estou me remoendo de curiosidade!
Não vejo a hora de começar o próximo da série!

Personagens
Como já citei, a aparição dos novos personagens dificultou a minha afeição pelo livro; não só pelo fato de serem novos e diferentes e estarem em um ambiente do qual eu não gosto, mas também pelo fato de não terem sido tão interessantes para mim logo de cara. Infelizmente Frank e Hazel demoraram muitas e muitas páginas para conseguir a minha total simpatia; e mesmo que tenham conseguido, ainda sinto mais carinho por outros personagens. Talvez isso não tenha acontecido com mais ninguém, ou pelo menos não com a maioria das pessoas, mas ainda sinto mais atração para o lado Grego da história, sinto mais amor e proximidade com o Acampamento Meio-Sangue; e talvez seja cedo demais para definir qual dos dois é meu preferido, mas de qualquer forma, até esse ponto, ainda não consegui gostar cem por cento dos novos personagens como gosto dos antigos.
Além de Frank e Hazel, não houve a aparição de mais personagens novos que sejam tão interessantes. A deusa Íris me decepcionou por não ser tão impressionante quanto eu achei que seria; Reyna, apesar de poderosa, também não conseguiu nada de minha simpatia e principalmente, Octavian, que não preciso nem comentar em como já odeio o cara! Ella, a harpia, pode ser a única personagem secundária e nova da série que conseguiu me agradar, pois vamos concordar não é? É uma fofa!
Entretanto, além dos novos personagens que não me agradaram, houve a aparição de personagens antigos e já mencionados nas histórias. Percy, do qual nem preciso dizer o quanto amo; Nico, que teve sua participação muito curta na história, mas de qualquer forma conseguiu deixar um rastro de mistério que irá nos arrastar para novos caminhos nos próximos livros; Tyson e Sra. O’Leary, que eu estava morrendo de saudades! E finalmente, um personagem que gostei bastante de saber um pouco mais, que é Plutão/Hades. Sempre tive uma atração por esse deus mas infelizmente ele não ganha tanto destaque nos livros das séries; e nesse livro, há um pouco mais de envolvimento de sua parte, mesmo que só por histórias e mistérios, e isso foi realmente satisfatório.
Em um apanhado, metade de mim teve uma boa relação com os personagens e a outra metade não. E mesmo que isso tenha atrapalhado minha leitura em certos aspectos, os personagens e as histórias que os envolvem não deixaram de ser surpreendentes e envolventes em momento algum!

Capa
Mais uma vez fiquei tempo demais com esse livro e mais uma vez acabei enjoando da capa! Sim, é uma vergonha, admito, mas de qualquer forma essa pode ser considerada a capa que eu menos gosto na série d’Os Heróis do Olimpo. E além disso, sem querer consegui dobrar a orelha da capa e de algumas das primeiras páginas ao colocá-lo na minha bolsa e isso fez com que o pequeno resquício de amor que eu sentia pela capa se esvaísse de vez. Acredito que a maioria dos fãs goste dela, pois as capas dos livros do Rick são incríveis, mas infelizmente não sinto mais nada por ela! Sorry guys!



Nota:

Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado dessa resenha e espero que eu seja capaz de terminar o próximo livro da série mais rápido do que terminei os dois primeiros livros dela para que eu conte tudo pra vocês o mais rápido possível!
Até mais!

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Já estava desanimando da série até ler o spoiler sem querer, hahaha. Agora vou continuar. Li o primeiro e gostei bastante, já o segundo estou demorando muito pra pegar o ritmo :/ Minhas expectativas para o quarto livro só diminuem, que era o que eu mais estava empolgada por motivos de "A Casa de Hades". Vamos ver no que vai dar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhh :/ não queria ter dado spoiler! Mas eu aconselho você a continuar, porque as séries do Rick Riordan, por mais que estejam paradas no início, sempre pegam o ritmo em um momento ou outro. E o final sempre vale a pena! Sempre deixa um gostinho e quero mais! Continue lendo <3

      Excluir
  2. Muito melhor que o primeiro livro! Gostei da resenha.

    http://blogsubmersoempalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ain, amei a resenha! Fui lendo sua resenha - tirando a parte de spoilers - e cheguei a conclusão que preciso ler algo do Rick Riordan haha
    Nunca li nada deste moço e sinto que vou amar seus livros.

    Beijos
    http://aluafoiaocinema.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você precisa ler! Mas leia primeiramente Percy Jackson e os Olímpianos que é uma série muito amor <3 é minha segunda série preferida. Espero ter despertado em você mais interesse por lê-las!
      Beijos :*

      Excluir

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team